Thomas Traumann é o novo Ministro da Comunicação Social de Dilma



O Palácio do Planalto acaba de confirmar, por meio de nota oficial, que o porta-voz da Presidência da República, Thomas Traumann, tomará posse como novo ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República na próxima segunda-feira (3). Traumann vai substituir Helena Chagas, assumindo a comunicação de governo.
Segundo a nota, "a presidenta [Dilma Rousseff] agradeceu a dedicação e os relevantes serviços prestados ao país pela jornalista Helena Chagas no comando da pasta, ao longo dos últimos três anos".

Também na segunda-feira, às 11 horas, no Palácio do Planalto, tomarão posse os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante; da Saúde, Arthur Chioro; e da Educação, José Henrique Paim.

Fonte: Exame


Prefeito Julio Lossio avalia o desempenho do Governo Eduardo Campos como fraco



O fraco desempenho do governo Eduardo Campos Julio Lossio-Prefeito Petrolina
De acordo com a legislação, as despesas com Investimentos são aquelas destinadas para o planejamento e execução de obras, aquisição de imóveis, instalações, equipamentos, etc. Por exemplo: construção ou recuperação de rodovias, escolas, hospitais e outros equipamento públicos.

Não resta dúvida quanto à significância dos investimentos públicos na contribuição para a melhoria da qualidade de vida da população, especialmente nas áreas da saúde, educação, habitação, segurança, assistência social e infraestrutura. Além disso, esses investimentos refletem diretamente no crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), ajuda a consolidar o desenvolvimento da economia e a reduzir as desigualdades sociais e regionais.

Os investimentos do estado tem maior relevância, assim como da União, uma vez que os estados têm participação de 25,7% de toda a arrecadação tributária nacional, enquanto os municípios apenas 16,6% (CNM 2007), ficando o restante com a União.

O Governo do Estado de Pernambuco, no entanto, tem se mostrado pouco eficaz na realização dos investimentos necessários, o que se percebe claramente quando se relaciona o orçamento aprovado para essa rubrica e sua baixa capacidade de execução.

Desde 2007, o percentual de realização tem sido bem abaixo do planejado, alcançando os seguintes indicadores: de 2007 a 2010, respectivamente, foram executados apenas 38%, 50%, 54% e 51% do orçamento destinado a investimento.

Iniciado o segundo mandato, a situação não melhorou. Ao contrário, caiu para 42% em 2011, chegando a 62% em 2012. Em 2013, até o mês de outubro, o governo executou apenas 31% de tudo que havia previsto para investimentos no estado.

Fonte; Blog Magno Martins
Prefeito de Petrolina.


Maceió: Congresso Nacional de Jornalistas vai discutir de 2 a 6 de abril webjornalismo e democracia



O 36º Congresso Nacional dos Jornalistas, a ser realizado em Maceió -Alagoas, de 2 a 6 de abril, tem como tema central a democracia e o jornalismo. A democracia como necessidade política, como déficit social e como obrigação humana. A democracia em todos os seus aspectos mas, principalmente, como algo inerente à comunicação e, em especial, ao jornalismo.

A complexidade do comportamento do assessorado e do assessor de imprensa diante das mídias sociais é o foco da palestra do jornalista Carlos Gonçalves, no painel ‘O Jornalismo e a Democracia Contemporânea’, no último dia de programação científica do 36º Congresso Nacional dos Jornalistas, que será realizado em Maceió, Alagoas.

Carlos Gonçalves é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), pós-graduado em Gestão Empresarial, também pela Ufal, e graduando em Psicologia.
Junto com ele, no painel sobre “O Jornalismo e a Democracia Contemporânea”, estarão outros palestrantes que já confirmaram participação, como Audálio Dantas, com o tema ‘A resistência democrática’; Beth Costa, falando sobre ‘O esforço dos continentes para a consolidação do estatuto democrático’; Aldo Rebelo, com palestra sobre ‘Jornalismo e democracia’; e Heródoto Barbeiro, com o tema ‘Jornalismo no Rádio’.

Já os jornalistas Fábio Fernandes e Pollyana Ferrari vão ministrar a oficina ‘Apuração e texto final em webjornalismo’, nos dias 3 e 4 de abril. Autores de várias obras, eles também vão lançar, em Maceió, o livro ‘No tempo das telas: reconfigurando a comunicação’, que escreveram juntos.

O livro, que ainda está no prelo, é um thriller científico com personagens ficcionais que vivenciam experiências reais do nosso dia a dia, onde as relações são mediadas pela conexão através de telas – de celulares, laptops, tablets e outros dispositivos – e por meio de inúmeros aplicativos como Twitter, Whatsapp, Facebook, e Instagram, que têm mudado a forma das pessoas se comunicarem.

Fonte: Fundaj


São Paulo: Janeiro é o mês mais quente e seco dos últimos 30 anos



Este mês de janeiro é o mais quente na cidade de São Paulo nos últimos 71 anos, apontam dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Desde que a série histórica começou a ser feita, em 1943, nunca o mês registrou temperaturas tão elevadas, com média mensal das máximas de 31,7ºC. O dia mais quente foi registrado em 3 de janeiro, com máxima de 35,4ºC. Apenas cinco dias do mês tiveram máxima abaixo de 30ºC.
A previsão do instituto é que a média deste mês fique em 31,9ºC, o que o consagraria como o mais quente de todos os meses, desde o início do levantamento. A umidade relativa do ar, que ficou em torno de 20% na média dos últimos três dias, também representa um recorde, sendo a maior para o mês de janeiro dos últimos 30 anos.

De acordo com o meteorologista do Inmet Franco Vilela, entre os fatores que explicam essa condição, está a falta de ventos que trazem umidade da Amazônia. “A relação entre calor e umidade provoca as chuvas”, apontou. A ausência de frentes frias e alta pressão do oceano, que se estendeu de forma excepcional para o continente, também contribuíram para um mês com elevadas temperaturas.

Fonte: Agência Brasil


Petrolina: reunião define criação do Parque Tatu Bola



A criação do Parque do Tatu Bola do Semi-Árido foi o principal tema de reunião que aconteceu no gabinete da prefeitura de Petrolina. Participaram do encontro o prefeito Julio Lossio; o secretário estadual do Meio Ambiente, Sérgio Xavier, o professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco, José Alves de Siqueira; além de representantes da Agência Estadual do Meio Ambiente e das prefeituras de Santa Maria da Boa Vista e Lagoa Grande.

O projeto – que deve ser desenvolvido de maneira interinstitucional, com a participação das esferas públicas dos poderes constituídos, universidade, Conselhos de Meio Ambiente e a comunidade de maneira geral – objetiva conscientizar a população sobre a importância da preservação do bioma caatinga, além de preservar a espécie do tatu bola, escolhido como mascote da Copa do Mundo 2014. Essa espécie ocorre apenas na caatinga e no cerrado e figura na lista dos animais ameaçados de extinção.

Para o prefeito de Petrolina, Julio Lossio, a implantação de um projeto como esse é de suma importância, sobretudo a médio e longo prazo. “A caatinga é um bioma único, com toda a sua diversidade, responsável por 60% da área do Nordeste. É uma região importante não só do ponto de vista regional, mas nacional e internacional. Precisa ainda ter mais estudos em cima de sua diversidade. Estamos ajudando a preservar as espécies e também oferecendo um equipamento importante para que os pesquisadores, estudantes e a própria população possam ter como referência na hora de estudar e conhecer o ambiente no qual estão inseridos”, destacou.

No próximo dia 13, em Recife, durante reunião do Conselho Estadual do Meio Ambiente, o projeto será apresentado.

Fonte: Ascom


← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial