Maria Dapaz, uma voz que apaixona e o talento que encanta


Maria Dapaz nasceu em Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco e se criou na cidade de Afogados da Ingazeira. Recebeu, em 2011, o título de Cidadã Afogadense. É comendadora da cidade desde 2009 em reconhecimento do seu trabalho artístico e a divulgação do nome da sua cidade em todo Brasil e no Exterior. 

Em 2011 recebeu homenagem da Universidade Rural de Pernambuco parabenizando-a por seu talento reconhecido internacionalmente, por sua carreira consolidada e a  indicação ao Grammy Latino 2004 com o CD “Vida de Viajante” ou “Luiz Gonzaga na voz de Maria Dapaz”. Se
torna a primeira intérprete pernambucana a dedicar um CD inteiro à obra de Gonzagão. Dapaz morou na Europa seis anos dividindo seu tempo entre shows, viagens, gravações de discos, composições e divulgação.

É uma artista de muitas qualidades. Seja como autora, instrumentista ou como intérprete, ela tem sua marca própria e um bom-gosto inquestionável. Carismática, Maria Dapaz se destaca pela bela voz potente e afinada. Com seu canto sincero, sua voz marcante e muita sensibilidade, ela mostra toda a beleza de um repertório bem brasileiro. 

Maria da Paz participa sábado 8, a partir das 7hs da manhã do Programa Nas Asas da Asa Branca-Viva Luiz Gonzaga na sintonia Rádio Cidade Am, 870, via internet www.radiocidadeam870.com.br

 Como compositora,Maria da Paz  ficou conhecida no Brasil inteiro com a música da sua autoria “Brincar de Ser Feliz”, tema da novela Pedra sobre Pedra. 

Hoje tem 16 discos gravados e grande experiência em palcos nacionais e internacionais. Sua paixão pela música se manifestou muito cedo, tornando-se profissional como crooner de grupos de bailes (Marajoara) onde aprimorou o ofício de cantar. Foi para São Paulo onde gravou o seu primeiro disco, Pássaro Carente, pela gravadora Copacabana.

No período em que morou na Suíça, onde lançou 3 discos, se apresentou para platéias exigentes em importantes palcos da Europa, como A Velha Ópera de Frankfurt, Breminale, Festival de Nürenberg e Festival de Música de Berlim Oriental na Alemanha, Festival de Montreux na Suíça, Printemps de Bourges na França com as manchetes:
 A voz de fogo vindo do Brasil” e “Um continente inteiro na voz

2009. Reeditou CD “Meu Lugar” 10 anos depois de lançado nacionalmente no Programa do Jô da TV Globo. CD esse que marcou a carreira da artista.

2009/2010 Abriu o projeto Nossa Língua Nossa Música no CCBB do Rio de Janeiro/2009 e Brasília/2010 onde dividiu o palco com Joana Amendoeira (Portugal) Nancy Vieira (Cabo Verde) e Rosa Madeira (Ilha da Madeira).

2011 Maria Dapaz focou a seu agenda no Nordeste se apresentando em grandes palcos nas cidades de Gravatá, Arcoverde, Pesqueira, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada, Carnaíba, Tabira, Recife encerrando o ano com show de Réveillon na praia de Candeias em Jaboatão...

2012 Em Portugal, representa o Brasil na festa da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) em fevereiro na Aula Magna de Lisboa e no Casino de Estoril.
No Brasil, Maria Dapaz foca o ano em homenagem especial ao Rei do Baião, com o (re) lançamento do CD Vida de Viajante (Atração Fonográfica) em edição especial Centenário Luiz Gonzaga mostrando o que tem de mais verdadeiro no legado musical deixado por ele.
Em São Paulo abre as comemorações do Centenário de Gonzagão durante todo o mês de março na Galeria Olido da famosa Avenida São João com o projeto “Baião da Quarta” e faz temporada de 3 dias em novembro no Teatro do CEU Zilda Arns/Osasco
Em Recife abre as comemorações do Centenário no Conservatório Pernambucano de Música -“Cestas de Música”. Participa do projeto “Recife Canta Gonzaga” na praça do Arsenal. Apresenta seu show acústico “A minha vida de viajante” no Manhattan.
Em Pernambuco: apresentou seu show em homenagem ao Luiz Gonzaga nas cidades de Vitória de Santo Antão, Afogados da Ingazeira, Caruaru, Caetés, Sirinhaém, Sertânia, Recife.

2013 Lança seu 15º CD “Outro Baião” Uma explosão de brasilidade.  Gravado no Recife com 14 faixas assinadas por Maria Dapaz e parceiros.Trabalho focado na difusão de uma música que se espelha na riqueza de um povo, ressaltando a beleza da sua história, seus cânticos, seus sonhos, tristezas e alegrias.  Agindo também como uma forma de auxílio em todo o processo de preservação de uma linguagem musical. Shows juninos em Pernambuco (Gravatá, Arcoverde, Caruaru, Afogados da Ingazeira, Timbaúba, Recife...) e divulgação do CD “Outro Baião” na Festa Nacional da Música, o maior encontro da música em Canela/RS. http://www.festanacionaldamusica.com.br/2013/index.php

2014 Ano de destaque do CD Outro Baião, selecionado para o 25º Prêmio da Música Brasileira com festa de entrega dia 14/05/14 no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Categoria Melhor Cantora
http://www.premiodamusica.com.br/noticias/2634. Ganhou o Trofeu Acinpe (Associação de Cantores e Intérpretes de Pernambuco, levando o Prêmio da Crítica (Recife março de 2014)

2015 Um ano de homenagem Maria Dapaz lança CD gravado ao vivo no teatro Santa Isabel de Recife  “A Arte de Amália Rodrigues por Maria Dapaz e Mahatma Costa” pela gravadora Atração. Num emocionante recital, Maria Dapaz homenageia Amália Rodrigues  com uma nova interpretação, dando um sotaque brasileiro ao repertório imortalizado por essa diva da música portuguesa, que completaria 95 anos. 

Num formato acústico, Maria Dapaz (violão e voz) e Mahatma Costa (acordeom) criaram arranjos mais suaves, ressaltando as influencias da música cigana e moura, dando uma nova cor e mais leveza a esse gênero musical dramático e teatral na sua origem.

Projeto especial com a produção de Jocelyne Aymon, suíça, radicada no Brasil. Maria Dapaz, com a sua voz firme como metal e suave como veludo, apresenta uma versão inédita e original de Estranha Forma de Vida, Ai Mouraria, Coimbra, Só nós Dois, Amêndoa Amarga e Hortelã Mourisca. O acompanhamento do acordeonista internacional Mahatma Costa impressiona desde a abertura do disco.

2016 lança uma versão junina de “O Cochicho”, faixa digital, com arranjo especial assinado Felipe Jr e Mahatma Costa em parceria com a gravadora Atração de São Paulo.
O CD já é pré-selecionado para o 27º Prêmio da Música no Rio de Janeiro.



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial